Esse tal de Amor!

Atualizado: 7 de Nov de 2020

Falar de amor as vezes parece utópico ou então banal.


Parece que sabemos que o amor é bom, mas o conceito raciocinado tem dificuldade de ser praticado no dia a dia.


Amamos quem nos ama, amamos quem nos curte e aprova, amamos os iguais.... 🤷‍♂️


O amor incondicional é mais utópico ainda! Já parou para pensar que enquanto acreditarmos na fantasia que somos separados do todo, que precisamos acumular para nos proteger, que não devemos levar desaforo pra casa, que o outro é uma ameaça constante, não estamos praticando o amor? eu acredito que estar neste mundo tem um único propósito: reaprender a amar, ir além das características de personalidade do outro... eita exercício difícil!!! 🤞🤞


Estou tentando transcender meu pessoal "ego", em direção ao respeito do outro com suas próprias medidas. Não vejo como despersonalização de mim mesmo, vejo como possibilidade de agregar o diferente que existe no outro.

Tenho minhas posturas pessoais, meus posicionamentos, e acredito que todos precisamos nos reservar o direito de estarmos personalizados, no entanto, quando olho para o outro, também devo dar a ele o mesmo direito.

E você? já parou para pensar que o exercício de amor abarca o outro com tudo o que ele é?

Como é isso para você?





3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo