Amamos e Odiamos ao mesmo tempo.

Falamos muito sobre humanidades, sobre estar a caminho, ser incompleto, cada um possuir sua própria configuração, subjetividade, singularidade, e por vezes nos pegamos permitindo tudo isso ao outro e não permitindo a nós.


Outros aspectos que acho importante e que fazem muitas pessoas se culparem e até se punirem, é não considerar que somos IMPERMANENTES e CONTRADITÓRIOS.


Sim, amamos e odiamos ao mesmo tempo, e algumas vezes eles caminham de mãos dadas. Sim, desejamos e logo que conquistamos, não desejamos mais. Sim, podemos amar alguém que está distante e conviver com quem não amamos. Sim, temos certezas e num piscar de olhos tudo fica incerto. Sim..., .... , ....


Acolher o contraditório é acolher a condição humana em que vivemos, e isso não precisa gerar culpa e punição, e pode te ajudar a entender melhor o teu mundo particular, os pesos e medidas da tua própria existência.